logo
Feb 18
Não podemos mudar o mundo PDF Imprimir E-mail


Não podemos mudar o mundo,mas com certeza podemos  fazer a diferença para alguem. Junte-se a nós nesta luta contra a desigualdade social e faça a diferença.


Era uma vez um escritor que morava em uma tranqüila praia, junto de uma colônia de pescadores. Todas as manhãs ele caminhava à beira do mar para se inspirar, e à tarde ficava em casa escrevendo.Certo dia, caminhando na praia, ele viu um vulto que parecia dançar. Ao chegar perto, ele reparou que se tratava de uma garotinha que recolhia estrelas-do-mar da areia para, uma por uma, jogá-las novamente de volta ao oceano.

- Por que está fazendo isso? – perguntou o escritor intrigado.

- Você não vê! - explicou a menina - A maré está baixa e o sol está brilhando. Elas irão secar e morrer se ficarem aqui na areia. O escritor espantou-se:

- Minha jovem, existe milhares de quilômetros de praias por este mundo afora, e centenas de milhares de estrelas-do-mar espalhadas pela praia. Que diferença faz? Você joga umas poucas de volta ao oceano. A maioria vai perecer de qualquer forma.

A garotinha pegou mais uma estrela na praia, jogou de volta ao oceano e olhou para o escritor e disse: - Para essa aqui eu fiz a diferença!

Naquela noite o escritor não conseguiu escrever, sequer dormir. Pela manhã, voltou à praia, procurou a menina, uniu-se a ela e, juntos, começaram a jogar estrelas-do-mar de volta ao oceano.